Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de janeiro, 2013

Suástica gravada na estátua de Buda, na Coréia.

A imagem da cruz suástica é um dos amuletos mais antigos e universais do mundo, sendo utilizada desde o Período Neolítico. Foi adotada em diversas culturas, sem qualquer interferência umas co m as outras. Especulou-se até que a difusão da suástica entre diversas culturas mundiais (Índia, África, América do Norte e do Sul, Ásia e Europa) apontava para uma origem comum, possivelmente da lendária Atlântida. As primeiras formas similares à suástica estão conservadas em vasos cerâmicos datados de cerca de 4000 a.C., em antigas inscrições europeias, e como parte da escrita encontrada na região do Indo, de cerca de 3000 a.C., a qual religiões posteriores (hinduísmo e budismo) passaram a usar como um de seus símbolos. Na Antiguidade, a suástica foi usada largamente pelos indo-arianos, hititas, celtas e gregos, dentre outros. Ela ocorre em outras culturas asiáticas, europeias, africanas e indígenas americanas, na maioria das vezes como elemento decorativo, eventualmente como símbolo religi

Alemanha lembra chegada de Hitler ao poder há 80 anos

Berlim lembra nesta quarta-feira a chegada ao poder de Hitler, há 80 anos, com uma série de exposições que mostram "a responsabilidade permanente" da Alemanha pelos crimes nazistas, como ressaltou a chanceler Angela Merkel. Em uma foto em preto e branco, o visitante pode ver Adolf Hitler saudando a multidão da janela da chancelaria, no final da tarde de 30 de janeiro de 1933. Naquele dia, o líder do Partido Nacional Socialista Operário Alemão havia sido nomeado chanceler e encarregado de formar um novo governo pelo na época presidente Paul von Hindenburg. Esta cerimônia é um dos documentos exibidos na exposição "Berlim 1933, o caminho da ditadura", inaugurada por Angela Merkel. Em um local carregado de história, a antiga sede da Gestapo - polícia secreta da Alemanha nazista-, hoje transformada em um centro de documentação ao ar livre, a exposição percorre, com fotos, primeiras páginas de jornais e cartazes, os primeiros meses do ditador nazista no poder. &quo

Morre uns dos maiores diretores da história - Michael Winner

Michael Winner (1935 – 2013) Morreu o diretor inglês Michael Winner, conhecido por iniciar a popular franquia de filmes de vingança “Desejo de Matar” (1974), estrelada por Charles Bronson. Ele morreu nesta segunda (21/1) aos 77 anos, em sua casa em Londres, depois de batalhar por anos com uma doença do fígado. Ele escreveu seu nome em Hollywood com a franquia “Desejo de Matar”, que lançou nos anos 1970 e comandou até a segunda continuação. O filme teve uma ótima resposta do público, mas rendeu muita polêmica em relação ao retrato dos justiceiros e à alta dose de violência, questões que ainda são discutidas no cinema até hoje. A opinião de Winner sobre seus filmes B refletia bem sua personalidade ácida e direta: “Se você quer arte, não mexa com filmes. Compre um Picasso.” Em sua aurora no cinema britânico dos anos 1960, ele demonstraria talento para o humor na crítica social, mas foi seu deslumbramento pelo desencanto de Nova York nos anos 1970, como uma metrópole falida, toma

Cientistas acham meteorito marciano com mais de 2 bilhões de anos

Cientistas estão empolgados com um meteorito marciano com cor de carvão que caiu no deserto do Saara. Um ano de análises revelou que a pedra é diferente de outros meteoritos de Marte. Além de ser mais antiga, a rocha contém mais água. Com o tamanho de uma bola de beisebol e 2 bilhões de anos, o meteorito é muito similar a rochas vulcânicas analisadas pelos jipes Spirit e Opportunity na superfície de Marte. “Aqui temos um pedaço de Marte que posso segurar em minhas mãos”, disse Carl Agee, da Universidade do Novo México, nos EUA, e autor do estudo publicado na revista “Science”. O meteorito marciano que veio parar na Terra - Carl Agee/Universidade do Novo México/AP A maior parte das pedras que caem do espaço na Terra como meteoritos vêm do cinturão de asteroides, mas alguns têm origem na Lua ou em Marte. Cientistas creem que um asteroide ou algum outro objeto grande colidiu com Marte, deslocando rochas e mandando-as para o espaço. De vez em quando, algumas caem na atmosf

Maravilhas do Universo - Você já viu um planeta sendo formado?

ASTRÔNOMOS OBSERVAM PELA PRIMEIRA VEZ A FORMAÇÃO DE UM PLANETA. Astrônomos do Observatório Europeu Austral (ESO) conseguiram observar pela primeira vez o processo de nascimento de um planeta a cerca de 450 anos-luz da Terra. Trata-se da jovem e gigante estrela chamada "HD 142527". Ela está cercada por um disco enorme de gás e poeira cósmica, que são os restos da nuvem que a originou. Imagem raríssima da formação de um planeta.  O surgimento deste planeta foi captado por meio da rede de antenas submilimétricas dos telescópios do projeto ALMA, no Chile.  Não é possível, porém, observar diretamente os planetas em formação, pois eles estão nas profundezas de fluxos de gás quase completamente opacos. Fonte:  ESO

Templo de 3 mil anos é encontrado em Israel

Vestígios de um templo de 3 mil anos foram encontrados por arqueólogos israelenses em Tel Motza, área próxima de Jerusalém, de acordo com anúncio do Departamento Israelense de Antiguidades.  Os arqueólogos descobriram objetos que eram provavelmente utilizados em atos religiosos. De acordo com os pesquisadores, trata-se de uma descoberta inesperada, já que são raros os vestígios de práticas religiosas fora de Jerusalém, durante a antiga monarquia do reino judeu da Judeia. Os restos são de 9 ou 10 a.C, na época do Primeiro Templo em Jerusalém. O achado sugere que os judeus realizavam atos religiosos paralelos à prática dominante do judaísmo no templo de Jerusalém. Entre os objetos encontrados estão cerâmicas, pedaços de cálices e pequenas estátuas de homens e animais. Fonte:  Israel Antiquities Authority

Cantora Patti Page morre aos 85 anos nos EUA

Ela cantou 'Tennesse waltz' (1950), um dos singles mais vendidos dos EUA.  A artista, que vendeu 100 milhões de discos, morreu na terça-feira (1º). Ícone dos anos 50, Patti Page, que ficou mais conhecida por sucessos como “(How Much Is That) Doggie in the Window” e “Old Cape Cod”, faleceu na terça-feira (1), na Califórnia, aos 85 anos. Nascida Clara Ann Fowler, Patti foi a maior artista feminina da década de 50 nos EUA, vendendo mais de 100 milhões de discos em sua carreira, com 24 nos top 10 hits, incluindo quatro números 1. Ela também ganhou quinze discos de ouro com seu som country pop. Conhecida como “A Fúria do Canto”, Patti também recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood. “Eu era uma garota de Oklahoma, que nunca quis ser uma cantora, mas me disseram que eu poderia cantar. E as coisas foram meio que uma bola de neve”, disse ela em 1999. A estrela está para ser   homenageada   no próximo mês com um troféu Lifetime Achievement nas concessões anuais do