sexta-feira, 24 de julho de 2020

Fóssil de 115 milhões de anos de criatura marítima é encontrado por estudantes ingleses

Uma dupla de estudantes universitários da Inglaterra encontrou um grande fóssil de uma criatura marinha extinta. Estima-se que o animal tenha vivido há cerca de 115 milhões de anos. Jack Wonfor, de 19 anos, e Theo Vickers, de 21 anos, fizeram a descoberta na Ilha de Wight.

O fóssil da criatura, chamada amonite, pesa aproximadamente 96 kg e mede 55 cm de diâmetro. Os estudantes levaram dez horas para retirá-lo do local onde foi encontrado, na Baía Chale. Os jovens estudantes classificaram o achado de "colossal".

Segundo Wonfor, o tamanho da amonite indica que trata-se de uma fêmea (conhecida como macroconcha). As fêmeas da espécie eram maiores que os machos pelo papel que desempenhavam no processo reprodutivo. As amonites faziam parte da família dos moluscos e foram extintas no final do período cretáceo, junto com os dinossauros.

Wonfor e Vickers são os fundadores de uma organização chamada Wight Coast Fossils, dedicada a preservar a geologia da Ilha de Wight. O local é considerado uma espécie de celeiro de fósseis. Recentemente, foram encontrados por lá uma cauda fossilizada de um dinossauro iguanodonte e os restos petrificados de um pterodáctilo.

Fonte: Daily Mail - Imagens: Wight Coast Fossils/Reprodução


Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas