quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

NASA encontra 7 planetas habitáveis do tamanho da Terra

Próximo passo é verificar se existe água e quais são as condições atmosféricas e de pressão nos planetas!


A NASA acaba de anunciar a descoberta de um sistema solar muito parecido com o nosso. São sete planetas que giram ao redor de uma estrela, têm o mesmo tamanho da Terra e grandes chances de conterem água em estado líquido.

Três deles, segundo estudos preliminares, têm maior potencial de oferecer melhores condições de vida aos humanos do futuro.

A descoberta, feita pelo telescópio espacial Spitzer, é um marco na história da exploração espacial. Nunca foram encontrados tantos planetas numa mesma zona habitável fora do nosso sistema solar.

O sistema que abriga os novos planetas ficam na constelação de Aquarius, a 40 anos-luz de distância (algo como 478 trilhões de quilômetros) – o que, para os padrões espaciais, é relativamente perto.

Perfil dos planetas
Com base nos dados apresentados pelo Spitzer, os cientistas da Nasa chegaram à conclusão de que pelo menos seis dos planetas são rochosos. O próximo passo é saber se realmente contêm água e, melhor: se têm água na superfície. O tamanho de todos os sete é similar ao da Terra.

Outra curiosidade do Trappist 1 -  nome dado à nossa futura casa – é que os planetas estão bem próximos entre si, a ponto de um poder enxergar as características geológicas do outro.

O próximo passo é determinar se os planetas são estáticos – ou seja, não giram como o nosso (o que faz um lado ser sempre dia e outro ser sempre noite) e se têm hidrogênio, metano, oxigênio e ozônio na atmosfera. Para isso vão contar com um novo telescópio, o James Webb, que deve ser lançando em 2018. O equipamento vai ajudar a estimar também a temperatura média e a pressão na superfície dos planetas – fatores-chave para o desenvolvimento da vida humana.


Fonte: NASA 
Imagens: NASA/JPL-Caltech/T. Pyle (IPAC)

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas