quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Ciência descobre porque os romanos antigos tinham dentes perfeitos

Os restos mortais analisados tinham um sorriso irretocável!

A análise de 30 cadáveres encontrados sob uma camada espessa de cinzas vulcânicas, produzidas pela erupção do Vesúvio no ano de 79 d.C., revelou que os cidadãos da Roma Antiga tinham uma dentadura perfeita. 


Os restos mortais encontrados nas ruínas de Pompeia foram estudados com scanners de última geração. Embora se saiba que os romanos não utilizavam escovas de dente nem faziam bochechos, nas imagens é possível observar com clareza a saúde bucal deles. 

Massimo Osanna, superintendente das ruínas de Pompeia, que são Patrimônio da Humanidade, acredita que esses sorrisos perfeitos se devem à dieta realizada pelos moradores da região: “balanceada e saudável, parecida com a que conhecemos hoje como dieta mediterrânea”. 

Além disso, o consumo de açúcares, tão prejudicial para os dentes, era praticamente nulo no Império Romano. Por isso, as cáries não eram muito comuns. 

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas