terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Navios e submarino afundados na Segunda Guerra desaparecem do fundo do mar

Navios naufragados na Segunda Guerra Mundial, em 1942, e um submarino, sumiram misteriosamente do fundo do Mar de Java, na Indonésia.



Uma investigação internacional está apurando o desaparecimento total e parcial de seis navios - três holandeses e três britânicos - além de um submarino norte-americano, que foram afundados na Batalha do Mar de Java
Holandeses, britânicos, americanos e australianos foram derrotados pelos japoneses em fevereiro de 1942. Cerca de 2.200 pessoas morreram, e os destroços foram declarados uma sepultura sagrada de guerra.

Segundo o Ministro da Defesa da Holanda, duas das embarcações do país simplesmente desapareceram do fundo do mar, enquanto uma grande parte está faltado do terceiro navio. 

"Os destroços do HNLMS De Ruyter e do HNLMS Java, aparentemente, desapareceram completamente. Uma grande parte do HNLMS Kortenaer também está faltando", disse o governo holandês, em um comunicado.

A investigação também apontou que os três navios britânicos e o submarino americano foram, provavelmente, atacados e destruídos por catadores ilegais de sucata, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

O Ministério da Defesa do Reino Unido condenou a "perturbação não autorizada de qualquer destroço contendo restos humanos" e solicitou às autoridades da Indonésia que investigassem e tomassem "medidas 
apropriadas".

Um relatório preliminar apontou que os destroços do HMS Exeter (foto abaixo) e do HMS Encounter foram quase totalmente removidos do fundo do mar. Já o HMS Electra, também teve uma parte retirada, porém um "resto considerável" do naufrágio permaneceu, indica o relatório. O submarino Perch, que teve toda a tripulação capturada pelos japoneses, foi totalmente removido.

 

Por enquanto, houve relatos de pessoas posando como pescadores e usando dinamite para dividir os destroços em peças menores, que poderiam ser carregadas mais facilmente no mar. As investigações estão em andamento e ninguém foi preso pelos crimes.

Fontes: The Guardian, BBC, Hypescience
Imagem destaque - navio HNLMS De Ruyter: crédito Netherlands Institute of Military History
Imagem do corpo do texto: US Naval History and Heritage Command

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas