terça-feira, 4 de novembro de 2014

Treze anos após ataque, empresas retornam ao World Trade Center

Mais de 13 anos depois que as torres gêmeas originais foram derrubadas no ataque terrorista de 11 de setembro, o World Trade Center está de volta ao mundo dos negócios. O novo edifício construído em Manhattan a poucos metros de onde fica o memorial e o museu erguidos no lugar das torres foi inaugurado nesta segunda-feira.
Com 541 metros de altura e 104 andares, o One World Trade Center, como é chamado agora, levou oito anos para ser construído e custou um total de US$ 3,9 bilhões (R$ 9,75 bilhões).
Na reinauguração, cerca de 175 funcionários da editora Conde Nast (das revistas New Yorker e Vanity Fair) foram os primeiros a ocupar os andares do prédio, que, segundo os responsáveis pela obra, pode ser considerado "o mais seguro dos Estados Unidos".
O concreto utilizado no edifício é sete vezes mais resistente que o concreto normal e o design do prédio foi feito para que, mesmo que haja uma colisão com um avião, as pessoas no topo possam deixar a torre com segurança.

Prédio do One World Trade Center entre o centro de transportes, à esquerda, e o World Trade Center 7, à direita, em Nova York, nos Estados Unidos. Treze anos após o ataque terrorista de 11 de setembro o World Trade Center é novamente aberto para negócios (Foto: Mark Lennihan/AP)
Fonte: BBC

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas