terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Há 35 anos, corpo do nazista Joseph Mengele era encontrado no Brasil

Criminoso nazista, Joseph Mengele era o médico do Terceiro Reich, que trabalhou no campo de extermínio de Auschwitz, onde comandava experiências com prisioneiros judeus. Ele morreu há 35 anos na cidade de Bertioga, em São Paulo, exatamente no dia 7 de Fevereiro, vítima de uma parada cardíaca, enquanto nadava no mar.

A principal testemunha dos eventos em torno da morte de Mengele foi o cabo da Polícia Militar do local, Expedito Dias Romão, que encontrou o corpo na beira da água, cercado por um grupo de curiosos. 

Naquele momento, a informação era a de que o morto se chamava Wolfgang Gerhand, um austríaco, viúvo, de 54 anos, que morava e trabalhava no Novo Brooklin, em São Paulo. Naquela tarde, “Wolfgang” estava acompanhado de um casal de amigos, Liselotte Bossert e Wolgard, com quem dividia uma casa de veraneio no local. 



Após anos de investigações, descobriu-se que o cadáver encontrado na Praia da Enseada era, na realidade, do antigo capitão da SS, Joseph Mengele, mais conhecido como “Anjo da Morte”. 

A investigação foi reaberta em 1985, e Liselotte Bossert foi processada por falsificação de documentos. Todas as pistas levaram à confirmação de que o morto encontrado na praia, em 7 de fevereiro de 1979, era o próprio Mengele, um homem que usou seu conhecimento científico para torturar, matar e comandar grandes atrocidades em Auschwitz. 

Uma nova prova de DNA, realizada em 1992, reafirmou que o Anjo da Morte, realmente, havia partido para o além.




Fonte: The History Channel

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas