quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Cantora Patti Page morre aos 85 anos nos EUA

Ela cantou 'Tennesse waltz' (1950), um dos singles mais vendidos dos EUA. A artista, que vendeu 100 milhões de discos, morreu na terça-feira (1º).

Ícone dos anos 50, Patti Page, que ficou mais conhecida por sucessos como “(How Much Is That) Doggie in the Window” e “Old Cape Cod”, faleceu na terça-feira (1), na Califórnia, aos 85 anos.

Nascida Clara Ann Fowler, Patti foi a maior artista feminina da década de 50 nos EUA, vendendo mais de 100 milhões de discos em sua carreira, com 24 nos top 10 hits, incluindo quatro números 1. Ela também ganhou quinze discos de ouro com seu som country pop.
Conhecida como “A Fúria do Canto”, Patti também recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.
“Eu era uma garota de Oklahoma, que nunca quis ser uma cantora, mas me disseram que eu poderia cantar. E as coisas foram meio que uma bola de neve”, disse ela em 1999.
A estrela está para ser homenageada no próximo mês com um troféu Lifetime Achievement nas concessões anuais do Grammy, e, antes de sua morte, ela estava planejando assisti-lo.

"Ela vinha tendo alguns problemas de saúde nos últimos dois anos", disse Glynn. "Na verdade, ela parecia bem melhor ontem [terça-feira]. Falei com ela e ela parecia bem."
"Cantora que mais vendeu discos durante os anos 50, Patti Page definiu de várias maneiras a década de pop adulto sério e inovador", diz o site da revista norte-americana "Billboard" em sua biografia da artista.
Patti criou um som distinto na indústria musical em 1947, ao sobrepor sua própria voz nas gravações por não ter dinheiro suficiente para gravar seu single "Confess".
Sua carreira inclui 15 singles e 3 álbuns que foram discos de ouro por vendas superiores a um milhão. Ela gravou 24 músicas que entraram no top 10 de vendas dos EUA. Ela foi também a primeira cantora a ter programas de televisão nas três maiores emissoras dos EUA, incluindo "The Patti Page Show" na ABC. 

Patti deixa o filho Daniel O'Curran, a filha Kathleen Ginn e a irmã Peggy Layton.
Fonte: globo.com

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas