segunda-feira, 1 de outubro de 2012

A estátua roubada pelos nazistas veio do espaço

"BUDA DO ESPAÇO": A HISTÓRIA DA ESTÁTUA ESCULPIDA EM METEORITO E QUE FOI ROUBADA PELOS NAZISTAS

Uma impressionante história foi revelada a partir do estudo de uma antiga estátua budista chamada “O Homem de Ferro”. Tudo começa pela matéria-prima usada para esculpi-la: uma rocha de um meteorito de ferro Chinga que caiu na estepe siberiana, na fronteira entre a Sibéria e a Mongólia, há 15 mil anos.

A estátua, que pesa 10,6 quilos e mede 25 centímetros, foi então roubada pelos alemães em 1938. Depois, parou nas mãos de um colecionador particular até 2009, quando foi encontrada em um leilão pelo geólogo Elmar Buchner, que identificou o objeto e decidiu desvendar o seu mistério.

A investigação, publicada na revista Meteoritics and Planetary Science, indica que a escultura possivelmente retrata o deus budista Vaisravana e pode ser da cultura Bon, do século XI. No entanto, os detalhes etnológicos, históricos e artísticos de “O Homem de Ferro” ainda são incertos. Contudo, sabe-se que as culturas antigas sempre adoraram objetos vindos do céu. A grande diferença é que esta é a primeira representação de uma figura humana esculpida em um meteorito.

Em 1938, membros da expedição nazista no Tibet, que estavam em busca de pistas para traçar as origens da "raça ariana", encontraram esta escultura e foram seduzidos pelo símbolo budista desenhado no ventre da obra: uma suástica invertida. A partir daí, eles decidiram trazer a estátua para a Alemanha. Desde então, a origem da estátua permaneceu desconhecida até que, em 2009, ela foi reconhecida em um leilão e recuperada para pesquisa e estudo.

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas