quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A História do Pé Grande, Verdade ou Mito?


Pé-grande (em inglês: Bigfoot; ou Sasquatch é descrito como uma criatura na forma de um grande macaco que vive nas regiões selvagens e remotas dos Estados Unidos e Canadá. Reivindica-se que seria um animal aparentado do Iéti tibetano (o "Abominável Homem das Neves").
Em 2007 foi organizada uma expedição em busca de provas ou até mesmo do próprio pé-grande.
Mas nada foi encontrado.
Em 15 de agosto de 2008, dois caçadores norte-americanos foram à mídia dizendo terem em suas mãos o corpo congelado do famoso Bigfoot. Porém, após a análise do "corpo", foi descoberto que o suposto cadáver do monstro não passava de uma fantasia de macaco congelado. Em defesa, os dois caçadores disseram terem sido enganados e comprado o corpo de dois outros caçadores por um preço "inacreditavelmente baixo", mas decidiram levar a farsa a diante.

Características:
Relatos de pessoas que Pé teriam visto a criatura, na maioria dos casos, descrevem um primata bípede muito alto entre 2m a 4,5 m. Geralmente é coberto por pêlos de cor marrom Grandeavermelhada e seu rosto é uma mistura está de gorila e ser humano. 

Algumas pessoas testemunham um forte odor desagradável, enquanto outras dizem que a criatura não exala cheiro.

A lenda:
Existe uma teoria científica que aponta a possibilidade dessas criaturas serem descendentes diretos do gigantopithecus, primata já extinto, maior que um gorila e que possuia dentes parecidos com os dos humanos. Seu parente vivo mais próximo é o orangotango.

A filmagem "Patterson-Gimlin Film".

A filmagem é chamada normalmente de "Patterson-Gimlin Film", pois foi filmado por Roger Patterson (falecido em 1972) e Robert Gimlin (vivo até hoje), no ano de 1967, no norte da Califórnia, Estados Unidos. Os avistamentos de sasquatchs são antigos nos Estados Unidos, remontando ao século XIX.


Patterson, responsável pelo famoso filme que acabou gravado na mentalidade coletiva, estava, na época, fascinado pela ideia de existir o Pé-Grande. Na década de 60, ele se dedicou a pesquisar o fenômeno, entrevistando pessoas e coletando evidências
Em 1966, auto publica um livro chamado "Os Abomináveis Homens da Neve da América Realmente Existem?", onde, com sua escrita simples e até exagerada, reunia uma série de relatos e ilustrações, muitos deles inéditos.
No ano de 1967, Patterson começou a filmar um tipo de documentário ou filme amador sobre cowboys em busca do sasquatch. Um dos atores era o já mencionado Robert Gimlin. Patterson decide ir até um local onde havia relatos recentes de avistamento, assim como grandes pegadas encontradas. 
No dia 20 de outubro daquele ano, os dois vão a cavalo até o local na área de Bluff Creek. À beira de um riacho, entre as pedras, eles percebem a presença de alguma criatura do outro lado daquela clareira. A criatura atravessa o local em direção à floresta, revelando-se como um bípede de grande estatura e pelagem variando entre o vermelho escuro e o marrom. A criatura seria do sexo feminino, uma vez que apresentava seios.
A filmagem foi classificada como verdadeira, sem montagem.

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas