quinta-feira, 5 de julho de 2012

Descoberta a cratera mais antiga da Terra.

Um grupo de cientistas internacionais identificou a cratera mais antiga da Terra, produzida pelo impacto de um asteroide há três milhões anos, na Groenlândia. Foram necessários três anos de análise dos materiais para que os pesquisadores pudessem concluir que, de fato, trata-se de uma cratera, com aproximadamente 100 quilômetros de diâmetro. Por conta da erosão no local, os vestígios não são mais visíveis na superfície e somente podem ser vistos sob a terra.


Essa descoberta proporciona um grande avanço no estudo da formação de crateras e os seus efeitos no planeta, agora com um intervalo de tempo muito superior ao que se tinha antes. Além disso, a cratera também pode ser uma fonte de recursos naturais, como petróleo e gás.



Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas