quarta-feira, 2 de maio de 2012

Dinossauros estavam em declínio antes da extinção.

Cientistas do Museu Americano de História Natural, em Nova York, Estados Unidos, descobriram que a população de algumas espécies de dinossauro estava em declínio muito antes do fim da era destes animais, há 150 milhões de anos.

Ainda que não esteja claro se a espécie foi se extinguindo gradualmente, pesquisadores acreditam que os herbívoros de porte grande, como os tricerátopos e os dinossauros bico-de-pato, tiveram um declínio considerável antes do fim da espécie, enquanto os carnívoros e outros herbívoros não tiveram diferença no número de sua população. 

Além disso, a extinção precoce, 12 milhões de anos antes do desaparecimento total da espécie, pode ter se dado em razão da localização destes animais. 

Segundo o site Live Science, os cientistas estudaram sete dos principais grupos de dinossauros durante o fim do período Cretáceo, a partir de 150 espécies diferentes, analisando a variação da anatomia destes grupos. "As pessoas normalmente pensam nos dinossauros como sendo monolíticos - dizemos 'dinossauros fizeram isso e aquilo' - mas eles eram muito diferentes. 

Eram centenas de espécies vivendo no período Cretáceo, e elas se diferenciavam na dieta, forma e tamanho. Diversos grupos estavam provavelmente evoluindo em diferentes maneiras e os resultados do nosso estudo mostram isso claramente", afirma o pesquisador Richard Butler, da Universidade Ludwig Maximilian, em Munique.

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas